Intenção de Consumo das Famílias gaúchas registra quinta alta consecutiva e tem maior nível desde maio do ano passado

Os números são mais positivos do que os do ano passado e reforçam a percepção de uma retomada

A Intenção de Consumo das Famílias gaúchas (ICF-RS) divulgada pela Fecomércio-RS trouxe no resultado mais um mês de crescimento. Na edição de setembro, apenas dois dos sete componentes da pesquisa tiveram recuo na margem. Aos 75,7 pontos o ICF-RS teve o melhor resultado desde maio de 2020. Contudo, quando se compara com o resultado da pesquisa de março do ano passado (quando considera-se o patamar pré-crise), o indicador tem defasagem de 23,7%. ‘’Isso é um bom sinal quando pensamos no consumo em um futuro próximo’’, destaca o presidente do Sindilojas Leonides Freddi.

Dos indicadores de consumo, apenas o indicador de acesso a crédito registrou recuo na margem. A variação de 2,3% fez o nível cair para 95,6 pontos, deixando o indicador apenas 3,0% distante do nível pré-crise. Já o indicador de consumo atual (67,7 pontos) e de momento para consumo de duráveis (60,1 pontos) tiveram aumentos de 10,4% e 5,3%, respectivamente.

Para os próximos meses, as perspectivas profissional e de consumo tiveram ambas o quinto aumento mensal consecutivo, segundo a pesquisa. A primeira registrou 63,5 pontos e a segunda 58,4 pontos. ‘’Esses números ainda são inferiores se compararmos com o pré-crise, mas são normais se analisarmos que estamos em um período de recuperação da atividade econômica’’, salienta Freddi.