Intenção de consumo das famílias brasileiras tem melhor resultado desde março, segundo CNC

De acordo com a apuração da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o mês de setembro apresentou o melhor índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) desde março de 2021, alcançando 72,5 pontos. O número representa um aumento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2020, quando apresentou 67,6 pontos. O índice, porém, permanece abaixo do nível de satisfação (100 pontos), o que acontece desde abril de 2015 (102,9 pontos).

A intenção de consumo das famílias continuou a trajetória de crescimento favorecida pela grande parcela da população já vacinada. No entanto, apesar dos resultados positivos, a recuperação econômica ainda não está garantida. ‘’O cenário ainda é instável e gera preocupação para as famílias, que ainda estão cautelosas’’, destaca o presidente do Sindilojas Fronteira Noroeste, Leonides Freddi.

Expectativa para os próximos meses

Mais uma vez, o destaque foi o que mede a Perspectiva de Consumo, que registrou o crescimento mensal de 3,7%, o quarto consecutivo e a maior taxa do mês. O Nível de Consumo atual também apresentou a quarta variação mensal positiva e uma alta anual de 13,5%. Com isso, o indicador alcançou o nível de 57,6 pontos, o maior patamar desde maio de 2020 (62,1).

O presidente do Sindilojas também destaca que os consumidores têm procurado mais o varejo, o que comprova o aumento da Perspectiva de Consumo da pesquisa.